sexta-feira, 12 de junho de 2015

Òwónrín meji



Eu saio furtivamente
Eu volto furtivamente
Foi o Áwo que lançou Ifá para o gato (Ologbo jigolo).
Que passa todos os dias na companhia das Àjé.
Òrìsà, furtivamente está indo
Ọrúnmìlà, furtivamente está voltando
As Àjé não entrarão e matarão os próprios filhos
Nossas mães não vão nos levar como carne para comer
Elas vão nos encarar como seus filhos.
Àse.


Este Ese Ifá fala sobre o gato que sai em uma companhia perigosa.
Não há outro animal que possa sair com as Àjé.
Gooro mafiyun é o que o gato diz.
Isto é onomatopaico (som produzido pelo animal).
(Essa é a tradução yorùbá do som que o gato está fazendo, em inglês chama-se ronrom).
Gooro Gooro,
Significa estar despercebido ou camuflado.
É por isso que o gato se esquiva da forma como ele faz.
Quando o gato foi para a adivinhação, ele estava preocupado com o tipo de companhia ele se encontrava,
Disseram-lhe para fazer o ebo necessário.
Ele assim o fez.
Quando as Àjé o viram, se lançaram sobre ele, mas quando olharam em seus olhos viram que ele tinha olhos estranhos.
Ele tem olhos como nós, ele é um de nós, deixe-o.
Foi como elas deixaram o gato.
Ele saiu de lá simplesmente de fininho em sua forma felina ronronando,
Gooro mafiyun, gooro mafibo.
Ase.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Culto Tradicional Yorùbá, vem resgatar nossa cultura milenar, guardada na cabaça do tempo.