quinta-feira, 24 de maio de 2012

Alágbá - O conceito Ifá de se tornar um ancião


Uma homenagem a este grande homem Baba Olatunji.

Por: Awo Fatunmbi.

O papel dos anciãos é extremamente importante dentro da estrutura global da cultura iorubá. Eles são os mais antigos membros da comunidade iorubá tradicional que servem como um elo entre as crianças amadurecerem e os Mistérios do Espírito.  O procedimento para se tornar um, é uma cerimônia muito elaborada e envolve uma ampla gama de funções nas diferentes comunidades de Ifá / òrìsá.  Em nossa língua estas funções geralmente recaem sob o título de "Chefe".  Para homens e mulheres, a transição do adulto na maioria das vezes envolve uma mudança na responsabilidade comum.
Em comunidades tradicionais iorubás homens adultos têm a responsabilidade de proteger e defender a família no sentido amplo. Esta responsabilidade inclui o fornecimento de alimento e abrigo durante o desenvolvimento das habilidades em artes, lutas e etc.
Em geral, a responsabilidade das mulheres adultas (a mente da economia familiar, no sentido amplo.) inclui a tarefa de processar os alimentos cultivados na fazenda e vender os bens produzidos pela família no mercado.
Quando um homem fica mais velho e começa a experimentar a perda da força física, assume o papel de Babágbà.
Babágbà significa "pai mais velho ou idoso", mas envolve também a conotação cultural de "pai provedor". Babágbà é o elo entre o jovem da família no sentido nato e os profundos mistérios do òrìsá.
Quando uma mulher fica mais velha e começa a experimentar uma diminuição na sua responsabilidade em criar os filhos, assume o papel de Iyáàgbà. Iyáàgbà significa "mãe mais velha", mas envolve também a conotação cultural da "mãe guerreira". Iyáàgbà é quem preserva os segredos da autodefesa psíquica e tem um papel fundamental na proteção espiritual da família, tanto no sentido amplo da comunidade como um todo. Isso é muitas vezes feito através da sociedade secreta das mulheres chamadas Ìyáàmi.
A palavra Ìyáàmi é normalmente traduzida como "as bruxas" e é muitas vezes uma associação negativa.  A tradução literal da palavra é Ìyáàmi é: "Nossa Mãe". É uma referência para a sociedade das mulheres mais velhas.
Esta sociedade é de fundamental importância para o culto de Ifá. Sem rituais Ìyáàmi, a completa expressão de Ifá não é possível. Entre outras coisas Ìyáàmi ajuda a manter o equilíbrio do poder espiritual e político entre homens e mulheres. O papel das Ìyáàmi em grande parte se perdeu nas comunidades de Ifá / òrìsà da diáspora. Está se fazendo um esforço sério no Ocidente para trazer esse elemento essencial do culto de Ifá da África.
É comum em formas ocidentais de culto ao órìsà assumir que Ifá é uma religião patriarcal que recai exclusivamente sobre o poder e a influência dos homens. Esta não é a minha experiência em Ifá, nem tampouco a praticada na África. Todos os aspectos do cerimonial de Ifá representam a composição das forças da natureza de ambos os sexos, bem como a participação de membros do sexo feminino e masculino do sacerdócio. A confusão nesta área pode ser baseada no fato de que o papel das mulheres no ritual machista é geralmente escondido e secreto, bem como o papel masculino nos rituais das mulheres.  Os detalhes dessa interação são um tabu para os nãos iniciados, mas minha esperança é que essas integrações das forças espirituais no Ocidente continuem a evoluir, enquanto os elementos que estão em falta e são da nossa tradição sejam restaurados neste continente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Culto Tradicional Yorùbá, vem resgatar nossa cultura milenar, guardada na cabaça do tempo.