quinta-feira, 3 de março de 2011

ITANS DE IRETE - MEJI / EJI-EDE / EJI-ELEMERE

IRETE-MEJI / EJI-EDE / EJI-ELEMERE

I      I
I      I
I I    I I
I      I
Um dos trabalhos mais importantes feito por Ejiede no céu foi fazer divinação para o pombo e para o pântano antes de eles partirem do céu. Ele também fez divinação para os frutos secos da palma, (Ironeyin, Imom-edin em Bini). Ele era chamado ugbakun ou ugbayeke, yeke, yeke, yeke, Odifáfun, kpa kuru, (ou eyele) Abufun ERE (pântano) ati Ironyin (restos do fruto da palma). Ele advertiu todos os três a fazerem sacrifício a fim de viver pacificamente e saudavelmente na terra. Eles foram fazer o sacrifício com o ovo, seus vestuários, eka, ẹkọ e ewó (ou Obobo). Apenas o pombo e os restos de fruto de palma, fizeram os sacrifícios como foram orientados.
O pântano (Ere em Yorùbá) ou (Ekhuoro em Bini) se recusou a fazer o sacrifício. Depois eles partiram para o mundo. Chegando ao mundo o pombo teve uma vida muito pacífica e saudável, e a cada momento ela voava sempre gritaria, Ugbakun, Ugbakun, de Ifá Fun, kpakpa kuuru, Ounyon, Ifáni, Okureyin, Okureyin, Okureyin, que é o lamento de triunfo da pomba até hoje, em que está agradecendo a Ọrúnm.lá por ter feito divinação e sacrifício para ela, que fez sua permanência saudável e que o progresso se deita a sua frente.
Por outro lado os restos do fruto de palma (Ironyin ou Imon Edin em Bini) ficaram secos e bem, enquanto que o pântano que se recusou a fazer sacrifício permaneceu doente e encharcado até hoje.
Quando este Odu surge na divinação, o consulente deverá ser avisado a pegar suas roupas costumeiras preferivelmente pretas, adicionar um pombo, ovo, ẹkọ, eká, e ewo (ou obobo) para sacrifício a fim de ficar bem, se ele estiver indisposto naquele momento. Todos os materiais para o sacrifício serão embrulhados na roupa preta e o embrulho é usado para esfregar seu corpo da cabeça para o dedão e queimar num pântano do rio e ele certamente ficará bem.


EDI ELEMERE REVELA COMO ỌRÚMILÁ BATALHOU POR PROSPERIDADE EM FAVOR DE SEUS SEGUIDORES.

Após Deus ter completado seu trabalho de criação, Ele decidiu criar a árvore da prosperidade chamada, EGE (Igi Ege em Yorùbá) ou ( Erhan uwa em Bini) em outras palavras, a árvore da riqueza. Para proteger a árvore, Deus apontou a Boá, o carneiro, e o galo para agir como os guardiões. Assim que a árvore da riqueza cresceu, todas as duzentas divindades (Ugba Orumolé em Yorùbá ou Ihenuri em Bini) tentaram em vão colher prosperidade da árvore. Todos falharam porque não se incomodaram em descobrir o segredo para colher seus frutos. Foi à vez de Ọrúnmilá fazer uma tentativa. Mas antes de se atrever na árvore, decidiu ir à divinação com o seguinte sacerdote de Ifá:
Akponmi, Owo Ule Ejá,
Okpajiba, Owo Ule Okparo,
Alugbogbo, Kuuku Ni Shegun,
Ogugu Lutu,

Significando:
1. A pessoa que tira água do rio destrói a casa do peixe.
2. Apenas um homem paciente pode ser bem sucedido em matar um pequeno animal chamado Okhuokhua que        constrói 200 casas, mas vive em uma delas.
3. É o primeiro projétil forte que destrói o mal.
Estes foram os três sacerdotes de Ifá que fizeram divinação para Ọrúnmilá antes de ele tentar subir na árvore da riqueza. (Ege).
Ele foi avisado a destruir sua casa no céu antes que pudesse levar sua prosperidade para o mundo.
Ele foi avisado a construir uma casa com folhas especiais (Ede ahe em Bini) no altar de Èşu e para os Awo para destruí-la com 1 bode. Este é o porquê quando este Odu surge na divinação à pessoa pode ser questionada se está construindo uma casa, e se ele então confirmar, será avisado a suspender a construção da casa por algum tempo.
Após fazer o sacrifício inicial, ele foi ainda a outro sacerdote de Ifá chamado Ogbolugbo Odo, Odon Oun Lodon Orun Run, de outro modo conhecido como (Agogo Lila, aberun, yamunya, awon loon difa fun Òrúnmìlá nigbati, Oyagun ege igi agunla.), foi avisado a fazer sacrifício com grande quantidade de milho, grande quantidade de pedaços de inhame e grande quantidade de ratos. Ele deveria fazer o sacrifício para Èşu com 1 bode e 1 escada, ele deveria ir somente com os materiais sacrificais em uma sacola quando fosse ao pé da árvore da riqueza.
Chegando ao recinto da árvore, a cobra Boá foi a primeira a se armar para atacar. Como ele foi dito para fazer, rapidamente lançou um rato para Boá que o engoliu imediatamente. O galo então bateu suas asas em preparação para cantar, mas ele rapidamente lançou uma grande quantidade de milho e ele se sentou para comer a comida. Com estes movimentos, as ameaças da Boá e do galo foram eliminadas. O carneiro foi o próximo a atacá-lo. Mais uma vez ele lançou os pedaços de inhame para o carneiro e este começou a comer, ainda com sua bolsa em seu lado, Ọrúnmilá subiu na árvore com a escada instalada por Èşu e colheu todos os frutos do topo da árvore.
Tendo comido todo o milho que quis, o galo procurou ao redor por Ọrúnmilá e o viu no topo da árvore da riqueza. Ele então bateu suas asas e cantou dizendo; Ọrúnmilá Gegoo or. Que é o canto do galo até hoje, e significa que Ọrúnmilá foi primeiro a subir na árvore da riqueza. Em respostas, Ọrúnmilá cantou, Okege, Igi agulá, Ifá gegé, Igi oola lÒgún Okege Igi agulá.
Quando este Odu surge durante a iniciação no Ugbodu, o iniciado deverá ser mandado plantar três árvores como segue:
1. Um galo para plantar árvore Ege chamado (isa em Bini).
2. A cabeça de uma Boá para plantar (Ebalaho em Bini).
3. Um carneiro para plantar UkpÒgún – kperegun, e uma pedra retirada do leito de um rio corrente
é usada para preparar Èşu para ele.
Este é o segredo que Ọrúnmilá é capaz de fazer seu filho rico e próspero.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Culto Tradicional Yorùbá, vem resgatar nossa cultura milenar, guardada na cabaça do tempo.