terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

ITANS DE IWORÍ MEJI

IWORÍ MEJI FEZ DIVINAÇÃO PARA AKUN (CONTA DE CORAL)

Antes de partir do céu, a Conta de Coral também foi a Iworí Meji para divinação, contudo ele indicou 3 de seus subordinados para fazerem a divinação para o Colar. Eles eram: AFUN YIN YIN; AKE YINYIN e OYIN YIN KEBI ALA.
Eles fizeram divinação para o Colar (Akun em Yoruba e Ivie em Bini) que era chamado Olono Akeriwaye no céu. Eles o avisaram para fazer sacrifício a fim de que pudesse viver para sempre na terra como instrumento de adorno e nobreza, e a fim de ele ser tratado com respeito e dignidade. Ele foi fazer o sacrifício com 1 bode, 1 rato, 1 peixe, 1 galinha branca, pano branco e fio branco. Ele fez o sacrifício antes de vir para o mundo, aonde foi naturalmente recebido com júbilo. Desde a sua vinda para a terra, tem merecido o respeito de todos. Ele está associado como um símbolo real, aristocrático e de adorno cerimonial.


ELE TAMBÉM FEZ DIVINAÇÃO PARA O CHUMBO

No céu 2 awo que estavam trabalhando para Iworí Meji, fizeram divinação para o chumbo (Oje em Yoruba e Oze em Bini), quando ele estava sendo usualmente vulcanizado como inútil no céu.
Os 2 Awo eram Kaun gere Awo Ile Aran e Afòsile Awo Ose Karan Musi, Adifa Fun Aje Minimini Nigbati Gbobo Orun Fi Oju Imere Wo Oje, já que ele tinha um físico maleável, foi avisado de que não viveria muito quando chegasse na terra. Seria considerado como um Abiku, que morreria tão logo chegasse. Na divinação os Awo lohe disseram para fazer sacrifício com 1 pato, 1 galo e 1 abutre. Ele fez o sacrifício e foi para o mundo aonde viveu tanto que ele sobreviveu a todos aqueles que esperavam que ele morresse jovem. Assim é porque foi composto um poema em louvor a sua longevidade, a qual é cantada pelos Awos até hoje.
Ugun-Ugun Kii Ku Lewe, Kange;
Maadagba maadarigbo Kange
Significando: O abutre não morreu na infância; eu viverei até a velha idade avançada porque nem o chumbo apodreceu, nem o latão enferruja.
Quando Iwory Meji surge na divinação ou no Ugbodu para uma pessoa doente, este sacrifício especial (ono Ifá) será preparado para ele, afim de que a pessoa possa viver muito.
Este é o último trabalho que é dito para ser feito por Ejikoko Iworí antes de ele vir para o mundo.
Ele compôs o seguinte poema antes de finalmente vir para o mundo:
Ejikoko Iworí
Alade teju momi koo, womi ire
Bo omode baa teju, moma ri awó
Bo omode baa teju, aamofa
Eji koko Iworí
Alade teeju momi ko wo omi ire Eji koko Iworí
Jengen Jengen Jengen
Awaade dode Igbodo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Culto Tradicional Yorùbá, vem resgatar nossa cultura milenar, guardada na cabaça do tempo.